Não tenho roupa

30 ago

Estou revirando o guarda-roupa há algum tempo e não acho nada pra vestir. Não, não me falta roupa, obviamente. Mas, você sabe, tem dias que nada parece adequado, nada agrada, nada combina.

Já revirei quase tudo, as roupas estão numa pilha amorfa na cama. Põe, tira, tenta com outra saia, vamos por uma cor. Nada. Um vazio, uma insatisfação. A bagunça que se forma sem chegar a um acordo com o espelho.

Ah, mas se eu tivesse aquela saia! Aquela blusa que provei semana passada e não comprei, sabe? Seria perfeita. O sapatinho que vi ontem na internet: é o que falta pra arrematar o look.

A auto-sabotagem sempre nos leva a pensar naquela peça perfeita que não temos. O guarda-roupa incompleto, roupas que parecem não fazer sentido ou não dizer o que queremos. A roupa que te traduziu tão bem há pouco tempo já não representa o seu ser.

E cá estou eu, tentando a última pilha de blusas, um par para o velho jeans que ainda parece confortável ao corpo. A bagunça está feita, olho ao redor com desesperança e solto a clássica frase: não tenho roupa.

E como quem não acha as palavras e se mantém calado, decido não sair de casa hoje.

Foto: daqui

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: