Roupa com passado

12 jul

* O dia hoje é de estreias: o blog ganha um novo layout e a coluna Reflexões de quinta. Espero que curtam! Podem deixar a opinião (crítica, sugestão, elogio, recado do coração…) lá nos comentários.

Lendo este texto (lindo, por sina!) do site da Revista TPM, comecei a viajar nessa coisa do passado da roupa. Como é bacana quando a gente sabe da história da roupa que a gente está vestindo: a origem, o passado, as lembranças que carrega. Quem não adora ouvir uma boa história?

Deixei minha imaginação fluir e fiquei viajando nesta ideia: se a gente fosse a um brechó e nas roupas tivesse uma etiquetinha contando a história de cada peça?

“Esse vestido foi da minha mãe, que ganhou da minha avó quando tinha 18 anos. Era a primeira vez que ela iria para a festa da padroeira do município vizinho e minha avó comprou o vestido mais bonito que ela podia pagar. Foi na tal festa que minha mãe conheceu meu pai, com quem casaria três anos depois. Como o vestido não cabe mais em mim, preferi trazê-lo ao brechó para que ele pudesse continuar a sua história com outra dona.”

Trazendo um pouco de tecnologia para a minha estória fantástica, a peça poderia ainda trazer um código QR  que levaria para fotos da antiga (ou das antigas) dona vestindo a tal peça.

Sim, tudo soa muito romântico e fora do nosso contexto onde ninguém tem tempo para nada, muito menos para se preocupar com a história de uma roupa de brechó. Mas, pensando bem, numa sociedade de consumo louco, onde tudo é tão descartável, trazer um pouco de poesia e consciência de que as “coisas” podem sobreviver a nós não faria mal a ninguém.

PS: o texto da TPM é baseado no livro de Peter Stallybrass, O Casaco de Marx – roupas, memória, dor. É um livrinho pequenino mas que nos faz refletir sobre como as roupas podem carregar tantas memórias. Já escrevi sobre ele num texto para o blog Salto Agulha, da minha amiga Gladis Vivane, na época em que eu ainda não tinha este bloguito.

Foto: Style.com. É repetida deste post mas achei que ela seria perfeita aqui!

Anúncios

4 Respostas to “Roupa com passado”

  1. Quel 12/07/2012 às 8:03 #

    Adorei a idéia, e uma pena que minhas roupas não vão muito adiante, a não ser que eu tenha uma filha e ela goste de meu estilo ou que eu morra e tudo seja doado! Adoro minhas peças….todas elas foram escolhidas com muito olhometro….rs*
    Querida, estou adorando o blog…já fiz um share no face! Arrasa! Miss ya :-(

    • Sarina Sena 12/07/2012 às 11:20 #

      Quel! Adorei a sua visita, pode aparecer sempre! Obrigada pela divulgação! E sei bem o carinho que você tem por suas roupas. Beijão! Miss you too!

  2. Rosinha 13/07/2012 às 10:16 #

    Muito bacana! O que seria de nós sem a leveza que a leitura pode nos proporcionar? Vida longa à literatura e ao Fashion Again!

    • Sarina Sena 13/07/2012 às 13:59 #

      Que lindo, Rose Marie! :*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: